Dispositivos móveis sob um olhar crítico

Multitarefa e o Hardware em Dispositivos Móveis

In Uncategorized on agosto 21, 2012 at 8:11 pm

A corrida dos dispositivos móveis mostra alguns detalhes bem interessantes. Atualmente dividimos o mercado em 2 grandes sistemas operacionais, tendo em vista que o Windows 8 do Microsoft Surface ainda não foi lançado.

O iOS da Apple apresenta-se como altamente fluído, sendo que muito desta experiência deve-se ao fato da multitarefa ser quase inexistente nos aparelhos saídos de fábrica (sem uso de Jailbreak). Esta característica deixou iPhones e iPads sempre com hardwares um pouco mais fracos que os concorrentes Android.

Para quem não sabe, uma multitarefa significa que o sistema operacional tem a capacidade de gerenciar mais de um aplicativo funcionando ao mesmo tempo. Essa característica implica em maior processamento e uso da memória ram, mas apresenta como vantagens o fato do usuário poder deixar tarefas sendo executadas em segundo plano enquanto faz outras.

Por possuírem um software altamente otimizado com o hardware, os dispositivos Apple nem apresentavam em suas notas de divulgação as características mais profundas tais como clocks e memória ram. É importante também adentrar ao fato que a marca sempre está acima de qualquer definição de potência, tornando sempre os produtos Apple teoricamente de alta qualidade, como o caso de agora os iPads perderem o número das respectivas famílias.

Para demonstrar como a otimização do sistema operacional sempre foi o foco da empresa, segue um comparativo entre dispositivos:

iPhone 4S Galaxy SII
CPU Dual-core 1 GHz Cortex-A9 Dual-core 1.2 GHz Cortex-A9
GPU PowerVR SGX543MP2 Mali-400MP
RAM 512 MB 1 GB

No comparativo entre iPhone 4S e Galaxy SII fica claro uma diferença gritante entre a memória ram dos dois aparelhos. Além disso, existe o clock de processador maior e uma GPU que possui um desempenho melhor segundo análises de usuários.

iPad 2 Galaxy Tab P7510
CPU Dual-core 1 GHz Cortex-A9 Dual-core 1 GHz Cortex-A9
GPU PowerVR SGX543MP2 ULP GeForce
RAM 512 MB 1 GB

O iPad 2 e Tab P7510 possuem os mesmos processadores mas ainda com o caso da GPU mais forte no tablet da Samsung. Novamente existe a diferença entre as memórias ram.

New iPad (3) Transformer Prime TF700T
CPU Dual-core 1 GHz Cortex-A9 Quad-core 1.6 GHz Cortex-A9
GPU PowerVR SGX543MP4 (quad-core graphics) ULP GeForce
RAM 1 GB 1 GB

O Transformer Prime foi lançado cerca de 2 meses antes do New iPad e contando com um processador de 4 núcleos com um clock “gigante” de 1.6 GHz. Na nova família do produto da Apple foi apresentada a tela de Retina com sua incrível resolução de 1536 x 2048 pixels. Toda esta resolução forçou com que existissem 4 núcleos na GPU PowerVR, entretanto, tal acréscimo apenas serviu para manter a potente tela ativa. No resultado final a performance de iPad 2 e 3 são idênticas.

Mas o que quero dizer com tudo isso? O fato é que o iOS possui em sua raiz um gerenciamento de memória ram que simplifica os processos. O foco do que está sendo executado sempre será o aplicativo que está ocupando a área de trabalho do usuário, sendo que o background de processamento é rapidamente eliminado pelo sistema operacional.

Já no Android a política é voltada para uma multitarefa mais “verdadeira” onde aplicativos ficam rodando em background de maneira contínua, forçando assim que o hardware voltado para esse sistema seja mais parrudo. O problema é que esta característica faz com que muitas vezes a experiência de usar um dispositivo Android não seja tão fluída quanto no iOS.

Entre as vantagens da Apple em não adotar uma multitarefas completa está o fato de existir uma maior economia de energia, gerenciamento de memória e de processamento, tornando os produtos sempre com clocks ou memórias menores que a concorrência e consequentemente diminuindo seu custo de produção.

E para finalizar, devo apontar como o iOS é realmente voltado para um público mais leigo, onde o sistema fica encarregado de realmente gerenciar processos e forçando o foco do usuário para um aplicativo por vez. Claro que o Android ainda não possui uma multitarefa como de um desktop com Linux ou Windows, mas creio que esta é a principal característica que dita como os respectivos dispositivos funcionam, e consequentemente, delimitando o tipo de usuário para qual são projetados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: